Tchau 2014!

   Era pra ter feito esse post no último dia de 2014, mas eu sempre deixo tudo pra cima da hora. Como viajei, não consegui escrever.

Não poderia deixar de falar deste, que mesmo havendo momentos ruins, considerei um ano bom. Deixou um saldo positivo e muitas aprendizagens.

Separei 12 fotos que marcaram 2014. Cada qual, retratando um mês. Uma simples retrospectiva.

Obs: Para ler a legenda, basta passar o mouse sobre a imagem. ;)

JANEIRO: Minha virada do ano foi na Pedra Bonita! Ver os fogos lá do alto, dormir na pedra e acordar vendo o sol nascer, foi uma das experiências mais incríveis que já vivenciei!

 

FEVEREIRO: Carnaval na creche!!! Sentirei saudades dessa ótima turminha!!!

 

MARÇO: Conheci o Arraial do Sana em Macaé. Foi um carnaval bucólico e zen.

 

ABRIL: Risquei um item da minha listinha 101 coisas em 1001 dias! Pratiquei SUP ou melhor dizendo, Stand up Paddle.

 

MAIO: Visitei a exposição Buddy Bears, na orla da praia do Leme.

 

JUNHO: Fui para Foz do Iguaçu! Conheci as Cataratas, fiz compras no Paraguai, fiz passeio pela Argentina. Foi muito legal! Ainda quero escrever sobre essa minha viagem.

 

JULHO: Arraiá da amizade… Pela primeira vez fui a caráter em Festa Julina! Mega divertido!

 

AGOSTO: Conheci a Terra da garoa. Nessa foto eu estava na Liberdade, fazendo comprinhas. Outra viagem que ainda quero escrever.

 

SETEMBRO: Passei um divertido final de semana na casa de amigos, no paraíso… Angra dos Reis.

 

OUTUBRO: Conheci a escadaria Selaron e fotografei nos Arcos da Lapa. Dois itens eliminados da lista 101 coisas em 1001 dias.

 

NOVEMBRO: Conheci a “Pequena Finlândia”  Penedo.

 

DEZEMBRO: Fechando com chave de ouro! minha última trilha! há uns 6 meses sem trilhar, decidi encarar essa… Praias Selvagens. Ainda fiquei sem tênis! kkkk! Depois conto como foi! rs…

 

2014 foi ou não foi repleto de aventuras?!?

Que 2015 possamos experimentar algo diferente e desbravar ainda mais esse mundão que Deus nos deu!

Um abraço!

Daniele

Facebook | Twitter | Instagram

O Rotaroots tem o objetivo de resgatar a época de ouro dos blogs pessoais, incentivando a produção de conteúdo criativo e autoral, sem ser clichê e principalmente, sem regras, blogando pela diversão e pelo amor.
1 pessoa gostou do post.

Trilha sonora da minha vida

   Se sua vida tivesse uma trilha sonora, qual seria?

Tem música que fala pela gente, não tem jeito! E ao ouvir esta canção, passa um filme na minha cabeça. Lembro da minha infância feliz, dos apuros que eu passei para conseguir concluir o Normal… Não foi nada fácil! mas nunca pensei em desistir, na verdade, quando encasqueto com algo, é difícil tirar da mente!

Diariamente nas viagens longas de ônibus, sonhava exatamente como queria minha vida.

Orava muito para que Deus mudasse minha sorte.

Graças a Ele, com muita fé e persistência consegui vencer!

A letra escrita pela Avril Lavigne e interpretada pela brilhante Kelly Clarkson, fala exatamente disso.

Toda vez que vejo o clipe, choro igual criança. Inevitável!

Libertar

Cresci numa cidade pequena
E quando a chuva caía
Eu ficava na minha janela

Sonhando com o que poderia ser
E se eu terminaria feliz
Eu oraria

Tentando ao máximo alcançar
Mas quando eu tentava falar,
Sentia como se ninguém pudesse me ouvir

Queria fazer parte daqui
Mas algo parecia tão errado aqui
Então eu orava

Eu me libertaria

Eu abrirei minhas asas e eu aprenderei como voar
Eu farei qualquer coisa para tocar o céu
Faça um desejo, aproveite a chance
Faça uma mudança e se liberte

Fora da escuridão em direção ao sol
Mas eu não esquecerei todos os que eu amo
Vou correr o risco, ter uma chance
Fazer uma mudança e me libertar

Quero sentir a brisa quente
Dormir debaixo de uma palmeira
Sentir o agito do oceano

Embarcar num trem veloz
Viajar em um avião a jato
Para bem longe

E me libertar

Eu abrirei minhas asas e eu aprenderei como voar
Eu farei qualquer coisa para tocar o céu
Faça um desejo, aproveite a chance
Faça uma mudança e se liberte

Fora da escuridão em direção ao sol
Mas eu não esquecerei todos os que eu amo
Tenho que correr o risco, ter uma chance
Fazer uma mudança e me libertar

Prédios com centenas de andares
Rodando em portas giratórias
Talvez eu não saiba onde elas me levarão, mas

Tenho que continuar, continuar
Voar para longe, me libertar

Eu abrirei minhas asas e eu aprenderei como voar
Embora não seja fácil te dizer adeus
Tenho que correr o risco, ter uma chance
Fazer uma mudança e me libertar

Fora da escuridão em direção ao sol
Mas eu não esquecerei do lugar de onde eu vim
Tenho que correr o risco, ter uma chance
Fazer uma mudança e me libertar

E vocês?!? alguma música em especial?

Daniele

O Rotaroots tem o objetivo de resgatar a época de ouro dos blogs pessoais, incentivando a produção de conteúdo criativo e autoral, sem ser clichê e principalmente, sem regras, blogando pela diversão e pelo amor.
O que achou do post?