Visitando a Mina da Passagem – Mariana | MG

Mina da Passagem - Mariana. MG (1)

   Conheci a maior mina de ouro, aberta a visitação pública, do mundo! Quase fiquei de fora da aventura por não levar dinheiro (eu sei, isso é erro de principiante!) mas o fato é que a propriedade não aceita cartões de débito ou crédito. Então, fique esperto!

A Mina da Passagem está a 5 minutos de Ouro Preto, na Passagem de Mariana e conta com um amplo estacionamento.

Mina da Passagem - Mariana. MG (37)

Mina da Passagem - Mariana. MG (36)

O ingresso custa R$ 88,00 (Adultos) e R$ 44,00 (Crianças de 06 a 12 anos, idosos e estudantes)

Mina da Passagem - Mariana. MG (8)

Pelo local, ficam espalhados equipamentos antigos, dando a ideia do que nos aguarda.

Mina da Passagem - Mariana. MG (2)

Mina da Passagem - Mariana. MG (35)

No local também há um pequeno museu, que mostra um pouco da história do garimpo de ouro.

Mina da Passagem - Mariana. MG (34)

Mina da Passagem - Mariana. MG (33)

Logo que chegamos, avistamos esse maquinário barulhento que faz com que os carrinhos subam e desçam para as galerias subterrâneas.

Mina da Passagem - Mariana. MG (7)

 A Mina foi fundada no século XVIII e do local já foram extraídos 35 toneladas de ouro.

Mina da Passagem - Mariana. MG (6)

 Foi possível até visualizar algumas graminhas

Mina da Passagem - Mariana. MG (5)

 A aventura começa no trolley, que chega a 315 metros de extensão e 120 metros de profundidade.

Mina da Passagem - Mariana. MG (10)

Mina da Passagem - Mariana. MG (11)

Mina da Passagem - Mariana. MG (12)

O interior é úmido e a entrada um pouco claustrofóbica.

Mina da Passagem - Mariana. MG (32)

Mina da Passagem - Mariana. MG (14)

Assim que descemos, o passeio é iniciado pelas galerias, com informações fornecidas por um guia.

Mina da Passagem - Mariana. MG (18)

Mina da Passagem - Mariana. MG (23)

A temperatura no interior da Mina é estável. Em torno de 17 a 20º.

Mina da Passagem - Mariana. MG (22)

Algumas galerias estão submersas, formando um lindo lago, tornando propício a prática de mergulho.

Mina da Passagem - Mariana. MG (24)

Mina da Passagem - Mariana. MG (25)

Mina da Passagem - Mariana. MG (27)

Mina da Passagem - Mariana. MG (31)

Mina da Passagem - Mariana. MG (30)

Fiz um vídeo mostrando o passeio pela Mina.

Tchau pessoal! Até a próxima!

Daniele

Facebook | Insta Blog | Insta Dani | YouTube | Twitter | Comente!

O que achou do post?

Minhas férias em Ouro Preto (última parte)

Foto 01

Meu último dia em  Ouro Preto começou cinza, gelado e sonolento…

Restava apenas eu no quarto do hostel, o chato de ficar em albergue é que quando você se apega às pessoas, elas vão embora, mas vida que segue, ou melhor, viagem que segue.

Como estava com pouco tempo de conhecer melhor os atrativos de Ouro Preto, comecei cedo, pois precisava comprar as lembranças da minha família, comecei a bater perna e ver tudo de bom que tinha por lá.

Foto 02

Devido ao sono, acabei repetindo a Igreja que já havia conhecido e o museu do Aleijadinho que fica dentro da igreja, mas tudo bem, minha bússola interna veio com defeito.

No primeiro dia fui à Mariana, mas não pude conhecer a cidade, pois estava em cima da hora para pegar o trem voltando para Ouro Preto. Então, depois de comer um bom pão de queijo, peguei um ônibus e fui para Mariana.  Chegando, fui logo atrás do centro de informações aos turistas, onde consegui umas dicas e um mapa, a cidade é bem pequena e como era domingo, muitas lojas estavam fechadas.

Andando pelas ruazinhas do centro histórico, tive uma grata surpresa, uma apresentação da banda da cidade pelas rua de Mariana. Eu achei o máximo. Além de acompanhar pelas ruas, também pude assistir a apresentação na praça.

Foto 03

A praça Dr. Gomes Freire é uma graça, muito colorida, super charmosa.  E o cinza do céu, a essa altura, já tinha se tornado azul aos meus olhos. Mariana é uma cidadezinha super colorida.

Depois de passear, almocei em um restaurante self-service simples, mas com comida boa, barato, e parti de volta para Ouro Preto.

Foto 04

Foto 05

O tempo por lá é meio louco, quando sai de Mariana estava um dia lindo! quando cheguei a Ouro Preto, o tempo estava fechando e já começava a chover, mas mesmo assim continuei andando, tirando fotos, tentando ver o máximo possível. Visitei o Museu do Oratório que fica no Centro e é super interessante! vale dizer que para estudantes é de graça! \o/ Depois fui ao museu da Arte Sacra que fica na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, que na minha opinião, foi a mais bonita que vi por lá.

Foto 06

Foto 07

Depois de muito rodar perdidamente pelas ruas de Ouro Preto, consegui encontrar a Praça Tiradentes. Me localizei e dei uma passada na Casa dos Contos, que fica em uma rua bem movimentada com muitos bares e restaurantes.

Sem falar que ainda passei pela casa que foi de Tiradentes!

Foto 08

Foto 09

Foto 10

Depois de um dia cansativo, pois tinha andado muuuiito! resolvi voltar para o albergue e aproveitar para conhecer  a Casa do Aleijadinho que fica ao lado do hostel em que eu estava hospedada. Essa “casa museu” pertenceu ao pai do Aleijadinho e é uma das mais antigas da cidade. Além de conhecer a casa e vários itens centenários que foram encontrados ao longo do tempo, ainda pude experimentar um cachaça artesanal especial “Safra Barroca” que leva fama de medicinal, pois segundo os relatos, tem ação antidepressiva.  Se é verdade? Não sei, mas que dá uma alegria, ah isso dá! E olha que só  tomei um golinho, já que não bebo.

Finalmente, no hostel, dei uma relaxada e voltei para a rua, afinal, ainda não tinha visto a cidade de noite, por incrível que pareça!

Foto 11

Era minha despedida, últimas horas em Ouro Preto e foi a única noite de chuva. Chuva, raios e trovões me forçaram a voltar logo para o hostel. Então voltei, arrumei minhas coisas e tentei dormir , pois tinha que levantar cedo no dia seguinte para a viagem de volta…

Já pela manhã, o dia estava lindo, foi uma bela despedida para uma ótima estadia.

Foto 12

Voltei de Ouro Preto com a mala mais pesada e alma mais leve, mais livre.

Carina

Facebook | Instagram | Comente!

O que achou do post?