Viajando sozinha! minhas dicas.

Quando resolvi fazer minha primeira viagem sozinha, decidi que essa seria um das experiências que eu queria dividir com quem estivesse interessado, isso porque o que me motivou e inspirou a viver essa aventura sozinha, foram os vários relatos que encontrei de outros viajantes. Todas as dicas que encontrei na internet, me ajudaram muito nesse momento, principalmente com relação a segurança, afinal, nós sabemos que não é nada fácil andar por aí sozinha em meio a violência em que estamos expostos todos os dias.

Para mim, a ideia de viajar sozinha sempre foi um desafio, em todos os sentidos, me perguntava se eu ficaria entediada, já que uma boa companhia torna tudo sempre mais animado, e eu não sou exatamente uma pessoa extrovertida e tinha receio de não conseguir me comunicar e aproveitar o máximo do meu destino, no final, é claro que deu tudo certo, mas questões como essa me passaram na cabeça.

Mas vamos ao que interessa, às minhas dicas!

  • Se é sua primeira vez e você está inseguro, pense em um lugar que não seja tão distante, eu que vivo no Rio, fui para Ouro Preto-MG, 8 horas de ônibus, essa tática funcionou para mim, me senti mais segura, acho não faz muito sentido, mas deu certo;
  • Escolha bem o seu roteiro de visita, pense se os programas que você quer curtir serão bem aproveitados se você estiver sozinha ou se eles podem ser feitos em grupo. Como minha viagem foi mais cultural e com muitos museus não me importei em estar sem companhia em alguns dos meus passeios, mas isso é uma questão de escolha, eu quis assim;
  • Não esqueça a segurança, por mais que seja repetitivo, segurança em primeiro lugar. Então, não é bom sair espalhando por aí que se está sozinha em um destino, cuidado com documentos , dinheiro, celulares e câmeras. Sempre alerta!
  • Abra sua mente, esse conselho é o principal. Abra a sua mente para o que vier de novo e diferente e isso vale para tudo na vida. Faça uma escolha diferente… se abra mais, você só tem a ganhar, seja uma amizade nova, uma conversa com pessoas diferentes, sorria, se interesse pelo lugar que estás conhecendo. Esse momento vivido não volta mais, então tire o melhor dele.

Acho que essas são as dicas principais que posso dar, foi o que me ajudou. Fiz amizades novas, aprendi bastante, tanto com o lugar e as pessoas, quanto comigo. Passar um tempo longe de todas as suas referências também é bom, principalmente para se conhecer, lhe torna um pessoa mais segura no final das contas, quando tudo que você vai fazer, depende só do que você quer, e esse é um ótimo exercício de autoconhecimento.

Para quem tem vontade e ainda não teve coragem de encarar uma viagem sozinha, segura na mão de Deus e Vai!

 

Carina

   Facebook | Insta blog | Insta Carina | Comente!

1 pessoa gostou do post.

Compras no Paraguai

Fronteira Brasil x Paraguai

    Quem planeja uma viagem para Foz do Iguaçu, sabe, que o Paraguai faz parte do roteiro. Ciudad del Este é o paraíso das compras! é possível comprar produtos por até metade do valor, se comparado com preços aqui no Brasil.

Durante minha estadia em Foz, fui ao Paraguai por duas vezes consecutivas. Isso porque só é possível comprar US$ 300,00 ou seja R$ 683,25. Caso passe da cota, é necessário pagar imposto sobre os produtos. E ninguém quer pagar imposto não é mesmo?!?

A primeira dica é acordar cedo! chegar lá assim que as lojas abrirem… ou seja, entre 7h00 e 8h00. Lembrando que lá o fuso horário é uma hora a menos. Se aqui é 9h00, lá é 8h00. Se deixar pra mais tarde, prepare-se para um mega engarrafamento na Aduana e tráfego maior de pessoas nas ruas.

Aduana da Ponte Internacional da Amizade

Segunda dica! Faça a lista do que deseja e onde comprar, pela internet. O valor é em Dólar, mas no ato da compra, eles convertem para o Real, sem prejuízo algum. É só perguntar… “Quanto fica em Reais?”

Terceira dica! Não leve objetos de valor.

A melhor loja para comprar eletrônicos, na minha opinião, é o Madrid Center. Bom atendimento e produtos originais. Você paga, pega seu produto e testa na hora. Além de fornecerem nota fiscal. Nunca se esqueça dela!

Eu fui de ônibus pra lá e é super tranquilo. No letreiro vem escrito Ciudad del Este e a passagem custou R$ 4,00.

Chegando lá, vá direto onde planejou. Não dê atenção a ninguém na rua. Certamente encontrará várias pessoas oferecendo uma infinidade de coisas! Não aceite ajuda! Nada! Poderá ser roubado ou cair em algum golpe.

Para comprar perfumes, maquiagens, roupas, calçados e outros, indico o Shopping Monalisa.

Cuidado ao atravessar as ruas! o trânsito por lá é uma bagunça! Não há sinais de trânsito e o fluxo de motos, vans e carros é enorme!

Retornamos do Paraguai de Van legalizada. Éramos 11 pessoas. Voltamos no aperto e escutando histórias do motorista Paraguaio muito simpático. As vans não legalizadas são chamadas de van piranha. Kkkkkkk!

Volta do Paraguai

Ponte da amizade e ao fundo o Rio Paraná.

Ponte da amizade e ao fundo o Rio Paraná

Ao fundo Ciudad del Este. Lembrando que é perigoso atravessar a ponte da amizade a pé.

Ao fundo Ciudad del Este. Lembrando que é perigoso atravessar a ponte da amizade a pé.

   Gostaria de fotografar mais a cidade, mas confesso que fiquei com medo de ser assaltada. Reparem que fotografei de dentro do ônibus. ;) Mas, procurando na Web, encontrei esse site com ótimos fotos da região.

Boa semana! Até +!

Daniele

Facebook |Insta Blog | Insta Dani | YouTube | Twitter | Comente!

O que achou do post?