Bonito MS – Parte 2

Voltei para terminar de contar como foi minha viagem para Bonito-MS,

Então continuando…

Projeto Jiboia

 

As palestras do Projeto visam informar e desmistificar a imagem que a grande maioria das pessoas faz das serpentes. Além de educativo esse é um programa de comédia, eu morri de rir! mas é humor ácido. Para quem curte, ainda conta com a oportunidade de ser fotografado com as cobras ao redor do pescoço, fazer carinho nas bichinhas… eu não consegui :( Mas valeu muito pelas informações que obtive e pelas risadas.

A entrada curta R$ 35,00 para adultos, todas as noites.

 

Buraco das Araras

Esse é um passeio para contemplação, o “ buraco” está em uma propriedade privada classificada como Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), assim como a propriedade onde se localiza o Rio de Prata, o Buraco das Araras foi recuperado, era local de desova, bem triste, mas agora é lindo.

Além das araras, é possível observar outras aves, demais!

É uma oportunidade única poder ficar tão perto e presenciar essas espécies sendo elas mesmas, sem grades ou gaiolas. Também pude ver um casal de Tucanos (quase chorei de alegria), um filhote de coruja no ninho e o Udu, que é a ave símbolo de Bonito, eu soube que é super difícil vê-lo, fui agraciada…

A trilha e contemplação custa R$ 48,00 para adultos

 

Boca da Onça

Essa foi minha saideira. Fechei com chave de ouro.

Para essa atração reserve um dia inteiro, é uma longa caminhada pela propriedade (RPPN), mas muito agradável. Nessa propriedade tem uma escadaria de mais de 800 degraus, mas felizmente não precisamos subi-la, apenas 166 degraus, em alguns casos o trajeto é por essa longa escadaria.

Lá tive oportunidade de nadar no rio e ver algumas pequenas quedas d’água… também nadamos no Buraco do Macaco! uma queda d’água que forma um buraco, é ótimo para se refrescar.

Ao longo da caminhada você poderá ver várias borboletas, eu sempre me encanto com elas. E a queda da Boca da Onça, maior do Brasil, é de ficar de boca aberta.

Para todo lado predomina o verde e a vida.

O receptivo da propriedade é outra atração a parte, é ótimo para descasar depois do dia e almoçar uma gostosa comida caseira.

Também pude conhecer a Fábrica de cachaça Taboa, conheci um pouco do processo de fabricação da bebida, o trabalho com a palha, cerâmica, vidro reciclado e a história da fábrica.

E para quem bebe ainda tem degustação dos diferentes sabores da cachaça.

Eu amei tudo em Bonito, desde as belezas naturais até as pessoas, o sotaque e o jeito de interior.

Bonito é um daqueles destinos que todo amante da natureza deve conhecer ou pelo menos tentar… Voltei renovada e mais apaixonada pela natureza. Pretendo voltar para ver o que não pude…

Carina

Facebook | Instagram | Comente!

1 pessoa gostou do post.

Lembranças de Bonito – MS… parte 1

Nas minhas últimas férias, tive a oportunidade de visitar e conhecer um pouco Bonito-MS e foi mais do que eu esperava.

De tudo que eu já tinha visto na vida, nada foi igual. Existe naquela pequena cidade, uma atmosfera tão tranquila e natural… é muito envolvente. E eu gostaria de dividir um pouco do que pude ver e o que senti.

Passei 5 dias na cidade e aproveitei o máximo que pude.

Por questões econômicas e de logística optei por ir para Campo Grande e de lá seguir para Bonito. Apenas a Azul tem voos para Bonito, somente nas quartas e domingos.

Então, se essas condições não são propícias para o viajante, o melhor a ser feito é ir até a capital do Mato Grosso do Sul e de lá, seguir a minha opção, translado com a Vanzella Transportes, ida e volta.

Essa viagem leva cerca de 4 horas e é cansativa. Então, eu indico pelo menos 5 dias em Bonito porque você vai perder dois deles só na chegada e saída.

Lá tive a oportunidade de fazer os seguintes passeios:

Gruta da Lagoa Azul, Flutuação no Rio da Prata, Flutuação na Lagoa Azul, Buraco das Araras e Boca da Onça.

Eram muitas opções e pouco tempo, mas consegui ter uma ótima experiência.

Começando pela Gruta da Lagoa Azul (Menina dos olhos de Bonito)… é sensacional!

Eu nunca tinha vista um cenário como aquele, as enormes estalactites impressionam… o interior da gruta me deu a sensação de “fim de mundo”, como se não houvesse mais ninguém, sei lá estranho.

Maravilhoso, o azul da água é lindo, e olha que o período em que fui ( agosto) não era a época em que esse azul fica mais intenso, esse período é o do verão.

Para chegar, levamos uns 30 minutos de carro, a visita é guiada e com equipamentos de segurança. Essa é uma experiência de contemplação, assim, não nos aproximamos das águas da Gruta, existe uma área que separa o visitante das águas.

Sobre a Flutuação do Rio da Prata, (vou ser bem repetitiva nesse post), mas também é incrível! Quando se está sob as águas cristalinas e presenciando aquela explosão de vida, é de chorar, é como se o tempo parasse. O som dentro desse mundo aquático é muito marcante. Os peixes enormes vivendo suas vidas sem tomar consciência da nossa presença é hipnotizante.

Para entrar nas águas cristalinas do Rio da Prata é necessário estar sem repelente, protetor solar, hidratante, além de não ser possível colocar os pés no fundo do Rio, para não interferir em nenhuma forma de vida existente.

Ao chegarmos no receptivo da propriedade, recebemos algumas instruções e a roupa neoprene. Há ainda a opção de utilizar colete. Eu quis!!! ;) e todo o percurso foi guiado.

Para chegarmos ao rio, andamos por uma trilha que é bem tranquila, bem marcada e nesse percurso começamos a ter contato com a natureza, eu fiquei embasbacada com as árvores.

Infelizmente, não consegui tirar nenhuma foto… porque não dá para levar até o rio uma câmera comum, e eu não tinha nenhuma subaquática… Consegui um filmadora com um homem de bom coração, para ter algumas recordações além da memória. Mas uma subaquática é indispensável para esse passeio.

 

Em seguida, na Lagoa Misteriosa, rolou uma surpresa. No início não vi nada demais… achei até meio sem graça, confesso! Mas quando entrei na água e coloquei o rosto submerso, uau! Tive um pequeno ataque de pânico, devido ao precipício que se encontrava sob as águas, sensacional!

São conhecidos 60 metros de profundidade, mas não é exato.

Lindo!!! Realmente Lagoa Misteriosa…

 

O resto eu conto no próximo post.

;)

 Carina

Facebook | Instagram | Comente!

O que achou do post?